Antônio Humberto Santos, 46, foi preso neste sábado, dia 02, pela Polícia Militar, acusado de matar a esposa e duas filhas e descrever o sofrimento das vítimas nas colunas de uma casa no bairro Messejana, em Fortaleza. O casal é do Piauí e morava há 11 anos na capital do Ceará.
Os corpos de Josélia Nunes Moura Santos, 39; Clara Mayelle Nunes Moura Santos, 11; e Yonara Antonele Nunes Moura Santos, 4; foram encontrados na noite da sexta-feira, dia 01, após vizinhos reclamarem do mau cheiro na casa da família na Avenida Frei Cirilo.
A suspeita é que os corpos foram encontrados mais de 24h após o triplo homicídio – familiares das vítimas afirmaram ter ficado os dois últimos dias sem contato no Piauí.
A Secretaria Estadual de Segurança e Defesa Social informou que os corpos tem marcas de lesões decorrentes de objetos perfurocortantes. Os policiais recolheram uma chave de fenda e uma faca ensanguentadas na casa onde as vítimas foram encontradas em Fortaleza.
O acusado usou carvão para escrever nas colunas do imóvel onde morava como matou a mulher e as duas crianças chegando a descrever o sofrimento de cada uma. “A Josélia chamou pelo pai e mãe, Clarinha sofreu muito, mas não conseguia parar”, escreveu Humberto.
O caso será investigado pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) da Polícia Civil do Ceará.
Fonte: Piauí24H
COMPARTILHAR

Comentários no Facebook

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui