O  Piauí assumiu a 2ª colocação no ranking de queimadas no Brasil no mês de setembro, atrás apenas de Minas Gerais. Do dia 01 até este sábado (11), já são 1678 focos registrados em 118 municípios, segundo o monitoramento do Instituto Nacional de Pesquisa Espaciais (INPE).

Somente entre esta sexta-feira(10) e hoje(11) foram registrados 656 novos focos.

PUBLICIDADE

O município de Buriti dos Montes, na divisa com o Ceará, é o que mais registrou queimadas durante o mês de setembro, com 101 focos. A região foi marcada nas últimas semanas por um incêndio de grandes proporções que destruiu a vegetação e causou prejuízos em vários municípios.

Na sequência, aparecem os municípios de Santa Filomena (95 focos) e Canto do Buriti (89 focos), ambos na região sul do Estado.

Ainda de acordo com o levantamento do Inpe, dos 224 municípios piauienses, 118 registram ao menos um foco de queimadas durante os dias do mês de setembro.

Foto: Prefeitura de São Raimundo Nonato

Uma das situações mais graves nos últimos dias é a registrada em São Raimundo Nonato, em áreas próximas ao Parque Nacional da Serra da Capivara. Desde a última terça-feira, uma força tarefa formada por bombeiros, brigadistas e voluntários tenta conter as chamas que avançam sobre comunidades da zona rural do município.

Neste sábado (11), helicópteros foram deslocados para a região para auxiliar no trabalho de identificação dos pontos mais críticos.

2021

Ainda de acordo com o sistema de monitoramento do Inpe, em 2021 o Piauí já registrou 5751 focos de queimadas, ocupando a 8ª posição no ranking nacional, atrás apenas de Mato Grosso, Pará, Amazonas, Maranhão, Tocantins, Minas Gerais e Rondônia.

Fonte: Cidadeverde.com
COMPARTILHAR

Comentários no Facebook

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui