O pastor Natanael Diogo Santos foi preso na noite da última terça-feira (10) durante um culto realizado ao ar livre em uma das ruas da cidade de Coroatá, município a 248 quilômetros da capital.

Segundo as primeiras informações, o culto estava sendo realizado nas proximidades do Fórum de Justiça da cidade, a juíza Anelise Nogueira Reginato teria pedido aos fiéis que diminuíssem o volume do som. A juíza teria prendido o pastor e mais uma fiel mesmo após o grupo ter diminuído o som. Horas depois o pastor Natanael Diogo e a irmã Rosa Maria Barros foram liberados. A ocorrência indignou fiéis e autoridades de todo o Maranhão

A senadora Eliziane Gama realizou pedido de processo disciplinar de afastamento da juíza Anelise Nogueira Reginato ao Conselho Nacional de Justiça.
Confira a publicação:

A Convenção Estadual das Assembleias de Deus no Estado do Maranhão – CEADEMA se manifestou por meio de nota afirmando que a juíza Anelise Nogueira Reginato agiu “de forma arbitrária e inconstitucional”. A convenção afirmou que está acompanhando o caso. Confira a nota completa a seguir:

 

Ver essa foto no Instagram

 

NOTA DE REPÚDIO A Convenção Estadual das Assembleias de Deus no Estado do Maranhão – CEADEMA, na pessoa de seu Presidente, Pr. Pedro Aldi Damasceno, repudia veementemente o ato arbitrário e inconstitucional da Juíza da cidade de Coroatá-MA, em prender o Pastor Natanael Diogo, pastor ordenado por esta convenção, no total abuso de autoridade na noite de ontem. A igreja em Coroatá, dirigida pelo mui digno Pastor Raimundo Bené da Silva, está mobilizada em oração. Pedimos, portanto, que os nossos irmãos no Brasil e especialmente no Maranhão, se unam a nós em oração, sabendo que do Senhor vem a vitória. Informamos que a CEADEMA está acompanhando a situação, direcionando, inclusive, advogados para as medidas legais, haja vista, um dos preceitos basilares da nossa constituição é a liberdade religiosa. “Pois também eu te digo que tu és Pedro, e sobre esta pedra edificarei a minha igreja, e as portas do inferno não prevalecerão contra ela” (Mt 16.18) São Luís, 11 de novembro De 2020. #Ceadema #ADMaranhao #ADCoroata #SeValente #SimEuAmoaMensagemdaCruz #NaomeEnvergonhodoEvangelhodeJesus #NaoVaoNosCalar #Cristao #JesusSalva #JesusCura #JesusBatizacomEspiritoSanto #BreveVoltará

Uma publicação compartilhada por CEADEMA OFICIAL (@ceadema_oficial) em

O Governador Flávio Dino também se manifestou sobre o caso em sua rede social. Segundo Flávio Dino, a juíza Anelise Nogueira Reginato teria inventado uma cassação a candidatura do governador em 2018, sem que houvesse crime. O governador manifestou repúdio ao ocorrido ao pastor Natanael Diogo. Confira:

Fonte: MA10
COMPARTILHAR

Comentários no Facebook

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui