Um jovem de 20 anos, natural da cidade de Francisco Santos, no Piauí, denunciou ao Conselho Tutelar ter sofrido abusos sexuais de seu padrasto, durante cerca de nove anos. As informações são do Riachão Net.

Segundo o denunciante, os abusos começaram enquanto ele era estudante de uma escola da cidade, aos 7 anos de idade. Nessa época, o homem trabalhava no estabelecimento e sempre aproveitava algumas oportunidades a sós com a criança, dentro do colégio, para praticar os atos.

PUBLICIDADE

O homem logo iniciou um namoro com a mãe da vítima e, um ano depois, casou-se com ela, passando a realizar, assim, os abusos dentro de casa, consumando o ato de fato, e não apenas em toques, como outrora, de acordo com depoimento do jovem.

Os abusos contra o jovem se estenderam até que ele completasse seus 16 anos de idade. Nesse período, o denunciante ouviu comentários na família de que seu irmão do meio também fora abusado pelo padrasto e, acredita, que sua mãe tenha conhecimento desde então das práticas delituosas do esposo contra, pelo menos, um de seus filhos.

Contudo, permaneceram morando na mesma casa o denunciante, seus dois irmãos menores de idade, a mãe dos três e o padrasto.

Após acompanhamento psicológico no CRAS de sua cidade, o jovem decidiu efetivar a denúncia na delegacia e ao Conselho Tutelar. O caso é investigado em segredo de justiça, por haver menores envolvidos na denúncia.

O homem já se apresentou à polícia e prestou esclarecimentos sobre o caso. Ele foi liberado, mas a investigação deve transcorrer até sua conclusão e possível penalização.

Fonte: 180graus
COMPARTILHAR

Comentários no Facebook

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui