Atualizada em 06.set.2021, às 01h27.

Vítima do acidente – (Foto: Reprodução / Facebook)

Na noite desta terça-feira, 05 de outubro, um acidente fatal vitimou o empresário pimenteirense, Eulino Sepúlvida, popularmente conhecido como “Eulino do Diolino”. O comerciante era bastante conhecido na cidade de Pimenteiras por ser dono de um armazém e por trabalhar na extração, processamento, compra e venda do pó da carnaúba.

O acidente aconteceu por volta das 20h desta terça e envolveu três veículos (dois caminhões 3/4 e uma caminhonete) e uma vaca. A fatalidade foi registrada na PI-120, entre os municípios de Valença do Piauí e Pimenteiras, na altura da Chácara Sete Mil. A vítima não resistiu aos ferimentos e veio a óbito no local, ficando presa às ferragens.

PUBLICIDADE

Informações apuradas pelo portal Mestiço News dão conta que o condutor de uma caminhonete Hilux bateu contra uma vaca e que o animal foi arremessado para o lado contrário da pista, colidindo, assim, contra o caminhão que Eulino vinha dirigindo carregado de pó de carnaúba. Com o impacto, o empresário perdeu o controle do veículo e caiu em um barranco, onde veio a óbito. As informações foram confirmadas à reportagem pelo Comandante do Corpo de Bombeiro Civil de Valença do Piauí, Alexandre Nunes, responsável pelo resgate do corpo.

Segundo o comandante Alexandre, ao chegar ao local, sua equipe encontrou a vítima presa à cabine do caminhão. Após a constatação do óbito, o corpo do comerciante foi resgatado e liberado para adoção dos procedimentos necessários e posterior sepultamento.

Apuramos, ainda, que o outro caminhão envolvido no acidente era dirigido por um funcionário do empresário, que vinha logo atrás, no entanto, o motorista sofreu apenas escoriações leves. Ainda não há relatos sobre o condutor da caminhonete.

Foto: Bombeiros Civis de Valença do Piauí

Estiveram no local o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) de Valença do Piauí, a Polícia Militar e uma ambulância com uma equipe de Saúde do município de Pimenteiras.

Eulino pertencia a uma família tradicional de comerciantes de Pimenteiras e era casado com a professora Francineide Dantas, com quem tinha uma filha.

Foto: Bombeiros Civis de Valença do Piauí
Foto: Bombeiros Civis de Valença do Piauí
Foto: Bombeiros Civis de Valença do Piauí
Fonte: Mestiço News
COMPARTILHAR

Comentários no Facebook

2 COMENTÁRIOS

  1. Inresponsavel quem cria animais soltos, arriscando a vida de quem vive trabalhando, não pode criar, não cria caramba. Agora era bem empregado encontrar o dono desse animal e colocar atrás das grades. Inresponsavel, inconsequente…

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui